Blog.

Diário de desenvolvimento de uma plataforma.

Pontos altos, marcos importantes e notas do desenvolvimento e promoção da NetCar.

Red Bull dá-te asas. Conhece a empresa que está por trás da Red Bull Air Race?

Sep 04 2017 por NunoPoço (Marketing, Netcar)

Este fim-de-semana, no Porto, passava eu de carro na Ponte da Arrábida e um dos aviões da Red-Bull Air Race passava por cima e fazia um voo picado para o circuito lá em baixo no rio Douro.

Red Bull Air Race - Porto. A etapa preferida dos pilotos.

Red Bull Air Race – Porto. A etapa preferida dos pilotos.

Impressionante…não aquele voo. Quer dizer…aquele voo também, mas não era isso…

Impressionante a capacidade de uma empresa, de uma marca, em organizar eventos deste género, nos locais mais improváveis. Uma empresa que é capaz de conseguir licenças para um evento que fazia passar aviões por cima de pontes (e por baixo de pontes, em alguns casos), para fazerem acrobacias entre as margens de um rio que passa pela melhor cidade do mundo.

Todos conhecem a Red Bull. Não há hipótese. Mas de quem se trata e que intenções é que tem? Apresentamos alguns números para se ter uma ideia da dimensão de quem estamos a falar.

Red Bull detém uma equipa de F1. A marca vale 8,7 biliões de US$

Red Bull detém uma equipa de F1. A marca vale 8,7 biliões de US$

É uma marca de bebidas energéticas…ok, vale cerca de 8,7 biliões de US$, mas já é muito mais do que isso. É uma máquina de marketing. Provavelmente, a marca que mais investe em desporto, dona de equipas, que vão desde o futebol à F1.

Mas mais interessante do que tudo isso,  um especialista em dar visibilidade a eventos diferentes. Uma produtora brutal de conteúdos marcantes. Alguns eventos que são fixos, como a red Bull Air Race (aviões), a Red Bull Rampage (bicicletas), Red Bull Storm Chase (windsurf) ou a Red Bull Cliff Diving e outros que são únicos, como o salto do espaço em directo, do Baumgartner , ou a subida do Pikes Peak pelo Loeb ao volante de um Peugeot.

Portanto, a empresa que consegue fazer passar aviões entre pontes, com acrobacias entre margens povoadas, é a mesma que coloca um Fórmula 1 a correr na neve, e que atrai pilotos para downhills vertiginosos. É a que leva windsurfistas a procurar tempestades perfeitas e que leva pessoas a tentarem saltos impossíveis, de penhascos…ou do espaço, não interessa.

Todos estes acontecimentos têm uma coisa em comum: adrenalina. É a adrenalina que está no ADN da marca. Têm uma outra coisa em comum, são acompanhados de centenas de câmaras, que cobrem todas as perspetivas e que fazem com que aquele momento se torne viral (hoje em dia, sinónimo de memorável)

Quem se lembra da prova do Loeb?

Mas há mais números interessantes para  lá do ADN.

A Red Bull é Austríaca e foi fundada em 1987 por Dietrich Mateschitz. Aparentemente, numa viagem à Tailândia, Dietrich experimentou uma bebida energética, boa para a ressaca e para o jet lag. Era à base de Taurina, cafeína e açúcar e o seu inventor foi Chaleo Yoovidhya.

Os fundadores da Red Bull: Dietrich Mateschitz e Chaleo Yoovidhya

Os fundadores da Red Bull: Dietrich Mateschitz e Chaleo Yoovidhya

Dietrich, que é licenciado em Marketing e que trabalhou na Unilever e depois na Brendax, uma empresa de cosméticos Alemã,  viu uma oportunidade de negócio e colocou uma patente na Europa. Prometeu 49% da nova empresa aos fundadores da empresa Tailandesa se estes o deixassem levar a fórmula para a Europa. Assim foi. Nos primeiros 10 anos não teve grande sucesso, mas hoje está presente em mais de 170 países. Vende 6 biliões de latas e factura mais de 5 biliões de €.

Numa das raras entrevistas que deu, Dietrich afirmou que a marca representa a procura dos limites do ser humano, uma procura por fazer mais e fazer melhor.

É quase impossível não gostar de uma marca assim.

Comentários

Sem comentários para já

Posts recentes

Devo comprar um carro a gasolina ou um carro a gasóleo? Se comprar um carro a gasóleo, ele vai desvalorizar? Como tem sido ao longo do tempo?

A questão de comprar um carro a gasolina ou um carro a gasóleo sempre dividiu os compradores. O investimento das marca(...)

As melhores carrinhas familiares/executivas alternativas: Skoda Superb, Opel Insígnia e KIA Optima

Quando pensa em carrinhas executivas médias, provavelmente vai lembrar-se da Audi A4, da Mercedes Classe C e da Volkswa(...)

Novos carros para 2018. Os principais lançamentos: Audi A7, BMW Série 2 Active Tourer, Mitsubishi Eclipse Cross, Nissan Leaf e o Volvo XC40

Todos os anos, as marcas organizam os seus calendários de lançamentos mundiais. Fomos ver os principais lançamentos d(...)

Conheça o KIA Stinger

A KIA construiu um GT. A marca teve uma evolução enorme ao nível do design e os carros são construídos com entusias(...)