Blog.

Diário de desenvolvimento de uma plataforma.

Pontos altos, marcos importantes e notas do desenvolvimento e promoção da NetCar.

Conduzimos o VW Arteon 2.0 TDI Biturbo

O Arteon é uma proposta bastante interessante que tenta “competir” num campeonato dominado pelo BMW Série 4 e o seu “irmão” Audi A5. Tivemos oportunidade de testar a versão diesel mais apimentada.

Quando olhamos pela primeira vez para o VW Arteon, é impossível ficar indiferente ao design deste “gran turismo”.

Arteon 2.0 tdi 240cv

VW Arteon

Este modelo lembra-nos o antigo Passat CC, agora numa versão mais premium e sofisticada. E ainda bem, dizemos nós aqui pela Netcar.

Esteticamente o que nos salta à vista, é o seu design com traços muito desportivos onde se destaca uma grelha frontal de grandes dimensões e óticas em LEDS. A versão que conduzimos vinha equipada com kit RLINE, onde sobressaia os frisos cromados e as jantes de 20 polegadas, o que conferia um estilo bem desportivo a este “coupe”, sendo o resultado de tudo isto uma berlina imponente e que revela uma enorme presença em estrada.

No seu interior, somos prendados com uma grande qualidade como seria de esperar. Caixa automática, painel digital e um enorme ecrã táctil, que, na versão que testamos tinha 9.2 polegadas. A tecnologia encontra-se presente um pouco por toda a parte. A qualidade dos materiais é elevada e gostamos do volante “pequenino” com design muito desportivo. Todavia, seria de esperar um pouco mais face ao exterior e na verdade por momentos, parece que estamos no interior de um Passat. Um ponto a rever no futuro, julgamos nós.

O Arteon apresenta 4.862mm de comprimento e uma distância entre eixos de 2.841mm com uma bagageira de 563l, ou seja é bem espaçoso e permite viagens bem confortáveis a bordo.

Quando premimos o botão start acordamos o motor 2.0 tdi biturbo de 240cv. Se lhe juntarmos o facto da versão ensaiada ser 4motion (tracção às 4 rodas), é de prever o resultado destes ingredientes. Um carro, muito rápido, com uma resposta sempre pronta e uma tração verdadeiramente incrível tendo em conta as suas dimensões. Com a versão RLine a suspensão e a resposta ao acelerador ficam mais precisas e eficazes. As prestações anunciadas são de 6.5s dos 0 a0s 100 e uma velocidade máxima de 245km por hora. O consumo combinado anunciado é de 5.9l, sendo que nos nossos testes, andou sempre pelos 7.5l.

O modelo ensaiado apresentava um valor de 65 mil euros, sendo que o preço base começa nos 47.000€

Se não liga a “logótipos” e se é fã deste estilo de carros, acreditamos que este Arteon é uma proposta muito interessante.

Consulte aqui todos os modelos disponíveis.

 

Comentários

Sem comentários para já

Posts recentes

Conduzimos o VW Arteon 2.0 TDI Biturbo

O Arteon é uma proposta bastante interessante que tenta “competir” num campeonato dominado pelo BMW Série (...)

Quanto a vale a Mercedes Classe X num segmento dominado pelas japonesas? Esqueçam as Pick-ups, agora chamam-se SUTs

Já não se vendem pick-up como vendiam. No início, eram apenas carros de trabalho, brutas e duras. Depois vieram cada (...)

Salão Automóvel 2017. A opinião de quem esteve lá.

Decorreu de 21/11 a 26/11 a edição de 2017 Quem é apaixonado por automóveis, como eu, gosta sempre de aproveitar os (...)

E o novo Tesla Roadster é melhor do que um Bugatti?

Eu tenho que admitir que sou fã da Tesla. Aliás, acho que sou mais fã do Musk do que da Tesla. Já o disse várias ve(...)